quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Elementos do teatro


ELEMENTOS DO TEATRO 
ELEMENTOS FÍSICOS DO TEATRO: Fisicamente o teatro é constituído de vários elementos, entre eles, os principais são os seguintes:
TEATRO: É o local construído para a ação dramática, representada por atores a um público. Compreende o palco para a representação e as acomodações para o público, e nele atuam a equipe dramática e a equipe técnica, que se ocupam de todos os elementos da representação incluídos seus acessórios e adereços.
PALCO: Estrutura sobre a qual são conduzidas as representações teatrais em uma casa de espetáculos. Os palcos assumem as mais variadas formas e localizações em função da plateia.
BASTIDORES: Pares de painéis verticais retangulares, de madeira e pano, que escondem do espectador as dependências laterais do palco. São também chamados pernas.
CAMARIM: Recinto reservado, próximo ao palco, onde os atores se vestem e se maquilam para a cena, ajudados pelos técnicos das áreas respectivas.
CENÁRIO: Conjunto recursos visuais utilizados para criar o ambiente e a atmosfera própria na representação do drama. Compreende painéis, móveis, adereços, bambolinas, bastidores, efeitos luminosos, projeções etc.
CORTINA: Peça, geralmente em tecido, que resguarda o palco. Abre e fecha nas mudanças de ato, e ao fim ou início do espetáculo.
ESPAÇO CÊNICO: Área do palco ocupada com a representação. Divide-se primeiramente em direita e esquerda, conforme a visão do público.
PROSCÊNIO: Um avanço do palco, além da boca de cena, que se projeta para a plateia. Seu limite, comumente em forma de arco, é a ribalta
PÚBLICO: São os frequentadores do teatro e os que apenas ocasionalmente assistem a um espetáculo teatral. É chamado platéia por extensão do nome da parte do auditório fronteira ao palco, devido a grande parte dos teatros disporem apenas desses assentos. O público também se dispõe nas GALERIAS, FRISAS e CAMAROTES, quando o teatro dispõe destas estruturas.
HALL ou FOYER. Área externa dos auditórios, onde geralmente se realizam coquetéis, apresentações, exposições, vernissages (abertura de exposições) etc.
ILUMINAÇÃO: Conjunto de lâmpadas e refletores que iluminam o palco, o auditório, ou que são usados para efeitos especiais no cenário.
FIGURINO: Vestimenta utilizada pelos atores para caracterização de seus personagens de acordo com sua natureza, e identifica, geralmente, a época e o local da ação. Traje de cena.
EQUIPE DRAMÁTICA: A produção de um espetáculo teatral depende do trabalho de vários componentes, cada qual com funções específicas, dentro desta equipe. São eles:
ATOR ou INTÉRPRETE: Intérprete de um papel teatral. O que interpreta um personagem
CENÓGRAFO: Também chamado cenarista, é aquele que cria o projeto cenográfico e monta o espaço cênico de modo realista ou conforme idealizado pelo dramaturgo.
DIRETOR: Coordenador geral de todos os aspectos envolvidos com o espetáculo, aprova a escolha do elenco, o cenário, o figurino, iluminação, etc. É também chamado de DIRETOR GERAL, quando a equipe compreende outros diretores de áreas específicas como DIRETOR DE ATOR, DIRETOR DE CENA, DIRETOR MUSICAL, etc.
DRAMATURGO: É o literato que escreve a peça teatral. Autor de um texto dramático, que é a literatura destinada ao teatro.
ELENCO: É o conjunto de atores em uma representação teatral.
FIGURANTE: Pessoa que entra em cena para fazer um papel anônimo, como parte de grupos ou da multidão.
FIGURINISTA: É aquele que cria, orienta e acompanha a feitura dos trajes para um espetáculo teatral.
ILUMINADOR: É o técnico que faz o projeto de luz para um espetáculo de teatro, com os efeitos adequados ao clima do drama e à valorização do trabalho do ator.
PONTO: Técnico da equipe de produção que acompanha o desenrolar da representação a partir de um ponto no proscênio, e lê o roteiro ao longo do espetáculo de modo a ajudar os atores no diálogo e nos movimentos em cena. Ocupa um fosso cujo alçapão ou anteparo o mantém oculto para a assistência..
PRODUTOR: É aquele que financia a produção do espetáculo.
ELEMENTOS DA REPRESENTAÇÃO DRAMÁTICA: Um espetáculo teatral é composto de vários elementos (não físicos) cujos principais serão descritos abaixo.
 
Ação. Se diz não apenas dos movimentos do ator na representação do seu papel, mas também do desenrolar de toda a trama, ou dos atos e cenas do drama, assim também como do cinema e mesmo no romance escrito. Essa generalidade se aplica também ao movimento implícito na mudança de humor e na expressão dos sentimentos, considerada uma ação interna.
Aparte. Esclarecimento, comentário crítico, dito mordaz que o ator faz para a platéia, e que supostamente não será ouvido pelos outros personagens da cena.
Ato. Divisão do drama feita para distinguir etapas pelas quais passa o desenvolvimento da trama no sentido de sua solução, dentro de uma fração do tempo de apresentação que distribui tão igualmente quanto possível a duração da apresentação.
Batidas. Três golpes com um bastão de madeira dado sobre o piso do palco para atrair a atenção do público anunciando a eminência do levantamento da cortina para início do espetáculo.
Cena. Segmento do drama em que a ação se desenvolve no mesmo ambiente, na mesma época e com os mesmos atores. A alteração em qualquer desses elementos determina uma nova cena. É também a parte do palco limitada pelo cenário e destinada a representação.
Drama. História escrita com diálogo e indicações para ser representada
Espetáculo. A encenação ou representação de uma peça no teatro para uma platéia.
Libreto. Livro com o texto de um drama preparado para representação teatral cantada e musicada para orquestra. Contem todas as indicações próprias do roteiro teatral como papel de cada personagem, cenário, divisão em cenas e atos, decoração e vestimentas, efeitos de luz, e o diálogo a ser cantado pelos atores. Sua diferença para o um drama comum é a maior brevidade (por isso o nome de "pequeno livro"), motivada pelo fato de que o texto cantado faz um espetáculo mais longo que o texto escrito. Muitos libretos são condensações de peças teatrais.
Papel. As ações e as palavras de um personagem em um drama.
Plano da peça. Também chamado Quadro detalhado dos atos e cenas da peça, que servirá de base para o desenvolvimento do roteiro ou script da peça.
Ponta. Papel de pouca extensão. Papel pequeno, porém maior que o do figurante..
Rubrica. As Rubricas (também chamadas “Indicações de cena” e "indicações de regência") descrevem o que acontece em cena; dizem se a cena é interior ou exterior, se é dia ou noite, e o local em que transcorre e todas as ações e sentimentos a serem executados e expressos pelos atores.
Tema. Assunto em torno do qual é desenvolvida uma história dramática.
Texto dramático. Texto próprio para o teatro.
Tipo ou Caráter. Personagem do drama com as peculiaridades físicas e morais de personalidade criada pelo dramaturgo.
Trama dramática. Teia de acontecimentos cujo entrelaçamento e cuja solução constitui o enredo da peça.
Troupe. Grupo de teatro constituído de pequeno número de atores e técnicos.
Fonte: http://profnelmar.arteblog.com.br/309430/ELEMENTOS-DO-TEATRO/

Nenhum comentário:

Postar um comentário