quarta-feira, 3 de julho de 2013

O Barroco no Brasil

Interior da igreja de São Francisco de Assis, em Ouro Preto, Minas Gerais.

O barroco brasileiro desenvolveu-se do século XVIII ao início do século XIX, época em que na Europa esse estilo já havia sido abandonado. Varia de uma região para outra. Nas regiões que enriqueceram com a mineração e o comércio de açúcar – Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia e Pernambuco – encontramos igrejas com talhas douradas e esculturas refinadas, feitas por artistas de renome. Já nas regiões onde não havia açúcar nem ouro – como São Paulo -, as igrejas apresentam trabalhos modestos de artistas menos experientes.


Profundamente ligado à religião católica, o Barroco brasileiro está presente até hoje em inúmeras igrejas construídas por todo o país. Mas também está em outras construções como prédios públicos, moradias e chafarizes.

A ESCULTURA COMPLEMENTANDO A ARQUITETURA

Talhas -  ornamentos esculpidos em madeira, mármore, marfim ou pedra. Aparecem em altares, arcos, tetos e janelas. As de madeira, com várias cores, são chamadas policromadas. As mais vistosas são as douradas, revestidas por uma fina película de ouro. Em algumas igrejas a talha se combina com a pintura, como na igreja de São Francisco de Assis em Ouro Preto.


Talha escultórica da capela-mor da Igreja de São Francisco de Assis. Ouro Preto, Minas Gerais.

 
 Igreja de Nossa Senhora do Carmo - Recife, Pernambuco.


Igreja de São Francisco de Assis - Ouro Preto, Minas Gerais

A escultura barroca do Rio de Janeiro contou com artistas portugueses e com um brasileiro em especial: Mestre Valentim (1759 - 1813), tão respeitado quanto Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho.


São João Evangelista (séc. XVIII) - Museu Histórico Nacional, Rio de Janeiro.

Há poucas construções barrocas na cidade de São Paulo e suas esculturas são simples em razão da pobreza da cidade na época. Nenhum artista de renome ia para lá, por isso as imagens são, em geral, rústicas, primitivas, feitas de barro cozido.

Em São Paulo destaca-se o conjunto formado pela igreja e pelo convento de Nossa Senhora da Luz. O teto da capela-mor foi pintado por frei Jesuíno do Monte Carmelo, o pintor paulista mais conhecido do período.




ANTÔNIO FRANCISCO LISBOA (O ALEIJADINHO) O principal escultor do Barroco no Brasil.

Além de arquiteto e decorador de igrejas, foi escultor. Existem inúmeras obras suas em museus e igrejas, principalmente de Ouro Preto. Mas é a cidade de Congonhas do Campo que abriga seu mais importante conjunto escultórico. Na ladeira em frente a igreja foram construídas seis capelas, três de cada lado. Em cada uma delas um conjunto de estátuas de madeira em tamanho natural narra um passo da paixão de Cristo.

No santuário de Bom Jesus de Matosinhos estão, no adro, esculturas de pedra-sabão de doze profetas: Isaías, Jeremias, Baruque, Ezequiel, Daniel, Oséias, Jonas, Joel, Abdias, Habacuque, Amós e Naum. Cada um deles está numa posição diferente, fazendo gestos que se coordenam.


Santuário de Bom Jesus de Matosinhos - Congonhas do Campo, Minas Gerais.



AZULEJOS – MAIS QUE DECORAÇÃO

No século XVIII eram comuns grandes painéis azuis e brancos com cenas religiosas, figuras mitológicas, cenas históricas ou da literatura, formadas pela junção de muitos azulejos. Mais que um simples elemento decorativo, essa era uma forma da igreja católica transmitir à população de maioria analfabeta, mensagens religiosas e bíblicas.



Azulejos do claustro da Ordem Terceira de São Francisco da Penitência (1737), Salvador, Bahia.


Descobrindo a História da Arte - Graça Proença.

4 comentários:

  1. Boa noite!

    Parabéns pelo belo Post.

    abraços
    Sinval

    ResponderExcluir
  2. Adoro essa arte barroca, fiz algumas cidades do interior de Minas Gerais só para ver isso tudo de perto.

    Amiga limpei minhas cx de entradas dos e-mail, espero que melhore,rsrs Tem esse outro endereço.

    negra_lua@yahoo.com.br

    Boa semana e bjs.
    Lua

    ResponderExcluir
  3. adoro ver fotos de igrejas, essas são lindas!


    [me fez chorar com o comentario...sua linda!]

    P.S. (pelo sinho)
    te quero tão bem e não desisto de um dia ir passar São João
    com vcs.

    beijo

    ResponderExcluir