domingo, 28 de julho de 2013

Fênix


Precisando morrer por alguns dias
Ressuscitarei ao sétimo dia
Sim, sei que Cristo ressuscitou ao terceiro dia
Mas... Pô! O cara é o filho de Deus!

P.s. Me espere com um café bem quente.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Cecília Meireles - Ninguém me Venha Dar Vida



Ninguém me venha dar vida, 

que estou morrendo de amor, 
que estou feliz de morrer, 
que não tenho mal nem dor, 
que estou de sonho ferida, 
que não me quero curar, 
que estou deixando de ser 
e não me quero encontrar, 
que estou dentro de um navio 
que sei que vai naufragar, 
já não falo e ainda sorrio, 
porque está perto de mim 
o dono verde do mar 
que busquei desde o começo, 
e estava apenas no fim. 

Corações, por que chorais? 
Preparai meu arremesso 
para as algas e os corais. 

Fim ditoso, hora feliz: 
guardai meu amor sem preço, 
que só quis a quem não quis. 

Cecília Meireles, in 'Poemas (1947)'


Caminho


E assim
Entre rosas e livros
Esperanças perdidas
E sonhos renovados
Amores novos e antigos
Caminhamos para o futuro
Sobre os escombros do passado.

Lu Lopes

25 de julho. Dia nacional do escritor


Essas palavras que escrevo me protegem da completa loucura.


quarta-feira, 24 de julho de 2013


Descendo


Passo a passo
Desconstruindo muros
Desfazendo razões
Deixando motivos
Desdizendo palavras
Esquecendo ofensas.

Se pra baixo todo santo ajuda
por quê bicicleta tem freio?

Lu Lopes


Casa di Maria Caffé

Grãos da marca italiana LLLy e da mineira Arte café, cultivados na Serra da Mantiquira, são usados no preparo das bebidas. Lugar aconchegante e cheio de charme.
Av. Afonso Pena, 507, bairro Petrópolis, 10h/22h. sãb. e dom. a partir das 15h.

terça-feira, 23 de julho de 2013

A arte de David Walker


O belíssimo graffiti do inglês David Walker. com seus retratos femininos numa fantástica mistura de linhas e cores.





Não me traga nenhuma xícara fria de chá... venha com um café bem quente...

IvoGaspar

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Iluminuras



Iluminura ou miniatura é um tipo de pintura decorativa, frequentemente aplicado às letras capitulares – letras coloridas e ricamente decoradas que introduziam um novo assunto - no início dos capítulos dos códices de pergaminhos medievais. O termo se aplica igualmente ao conjunto de elementos decorativos e representações imagéticas executadas nos manuscritos, produzidos principalmente nos conventos e abadias da Idade Média. A sua elaboração era um ofício refinado e bastante importante no contexto da arte medieval.Os livros com iluminuras eram encadernados em couro, de três formas: couro liso, estampado e couro gravado a frio. Sua produção estendeu-se desde o período paleo-cristão , o românico-gótico e o final do renascimento, refletindo as tendências artísticas de cada época.














pt.wikipedia.org/wiki/Iluminura
historiarn.blogs.sapo.pt/118604.html

domingo, 21 de julho de 2013

Vento ventania


Melhor música do Biquine Cavadão!


sábado, 20 de julho de 2013