segunda-feira, 15 de abril de 2013

A Hospedeira




Melanie Stryder se recusa a desaparecer. Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim.
Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente.
Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.



O filme foi bem fiel ao livro, embora alguns personagens legais acabem de fora. Mas os personagens não são definitivamente tão intensos como no livro.

O livro é indiscutivelmente melhor.

Interessados deixem o email.








3 comentários:

  1. Eu gostei bastante do livro e até senti um vazio quando acabou. Gostava da sensação angustiante da hospedeira em amar um e a hóspede amar outro. O filme me desapontou muito. A essência do livro se perdeu.

    ResponderExcluir
  2. O filme não possui intensidade.
    Aprovei Diane Grueger como a Buscadora, mas o que fizeram a ela no final foi ridículo.

    ResponderExcluir
  3. bm que preciso de ver algo assim instigante.

    vc acertou em cheio!


    vou ver....

    beijo de saudade néééé! rs

    ResponderExcluir