sexta-feira, 29 de março de 2013



Até a luz mais fraca pode aumentar de modo que não haja mais escuridão.

Gena Showalter

quinta-feira, 28 de março de 2013

Anjos da Escuridão 2 - Gena Showalter



Seu nome é Koldo. Ele tem cicatrizes, é poderoso, seu controle lendário — e vive somente para vingança contra o anjo que cruelmente removeu suas asas. Mas se ele se render às forças do ódio, será eternamente amaldiçoado.

Nicola Lane nasceu com um coração defeituoso, porém esta humana frágil mostra uma força assombrosa enquanto demônios perseguem todos os seus movimentos, determinados a dar fim nela. Ela é a chave para a libertação de Koldo… e sua queda. Apesar dele lutar por dever, destino e o primeiro gosto viciante do desejo, sua batalha mais difícil será pela vida de Nicola — ainda que tenha que sacrificar a dele…

O livro é ótimo, igual a todos da Gena, embora eu considero os Senhores do Submundo melhor.

Interessados deixem o email.


Hilary Duff


Hilary Duff é atriz, cantora, compositora, designer de moda, escritora e filantropa americana, célebre por ter interpretado a personagem-título na famosa série do Disney Channel, Lizzie McGuire, em 2001. Expandiu sua carreira após lançar-se como cantora em 2002, com seu primeiro e único álbum natalino, Santa Claus Lane. Mas, foi em 2003 que conseguiu estourar no mundo da música, continuando seu sucesso com o lançamento de seu primeiro álbum de estúdio, Metamorphosis, certificado como 3x platina, que vendeu mais de 5 milhões de cópias no mundo até agosto de 2005, contendo canções como "So Yesterday", "Come Clean" e "Why Not". Seus filmes de maior sucesso são Cheaper by the Dozen (Doze é Demais, 2003), The Lizzie McGuire Movie (Lizzie McGuire - Um Sonho PopStar, 2003), e A Cinderella Story (A Nova Cinderela, 2004). Com o título de Raínha da Disney, por ser a artista mais bem-sucedida na década de 2000 do Disney Channel, com mais de 20 milhões de discos vendidos durante o período e vendendo mais de 12 milhões de singles digitais, Hilary foi considerada a 69ª artista da década de 2000 pela Billboard.
Em 2009 Hilary lançou seus filmes independentes, According to Greta e What Goes Up, além de Stay Cool. Em 18 de abril de 2010 lançou nos EUA, na televisão, no canal ABC Family o filme Beauty & the Briefcase, junto com vários atores, entre eles Matt Dallas. Em 2010 estrelou o filme Provinces of Night. Em outubro desse ano foi lançado seu novo filme She Wants Me, interpretando uma famosa atriz de Hollywood Kim Powers.
Em 21 de Agosto de 2006, o primeiro single do CD, "Play With Fire", escrito pela própria e Will.I.Am, foi lançado, mas não conseguiu alcançar o topo das paradas pelo fato de não ter sido lançada na Europa, porém, fez sucesso nas pistas de dança.
O segundo single, With Love, foi lançado em 20 de fevereiro de 2007 e alcançou rapidamente o topo das paradas em vários países. O single chegou ao topo da Billboard Hot Dance Club Play Chart. O videoclipe do single, que antes foi utilizado apenas para o comercial da primeira fragrância de Hilary, With Love… Hilary Duff, acabou se tornando um grande sucesso, e logo chegou ao número 1 no TRL, o Total Request Live.
O terceiro e último single, Stranger, foi lançado em 10 de julho de 2007 e também atingiu o primeiro lugar na "U.S. Club Hit". Muitos falaram que Stranger era sobre seu ex-namorado, Joel Madden. Porém, segundo ela, a canção é sobre como realmente pensou que sua mãe sentia por seu pai, que teve um caso com outra mulher. Disse ainda que escreveu Stranger para se aproximar de seus sentimentos. Em 2007, Dignity, tinha vendido apenas 1 milhão de cópias em todo mundo e 500 mil nos Estados Unidos, sendo considerado baixo pelo sucesso de seus trabalhos anteriores.
Ainda em 2007, começou sua quarta turnê, a Dignity Tour e terminou em maio de 2008.
Fez 03 apresentações no Brasil em janeiro de 2008: duas em São Paulo, nos dia 21 e 22 no Via Funchal, e uma no Rio de Janeiro, no dia 24 no Vivo Rio. No show do dia 21, em São Paulo, os ingressos foram esgotados.
Recentemente, assinou contrato com a Geffen Records pertencente ao grupo Universal Music.
Em 9 de Janeiro de 2012, grávida, quando voltava de sua viagem ao Havaí, publicou em seu twitter oficial sua volta a música, dizendo que estava voltando ao estúdio para "bagunçar e gravar" algumas coisas.
O primeiro livro da cantora, Elixir, foi lançado em 12 de outubro de 2010, sendo o primeiro de uma série para jovens-adultos. Conta a história de uma jovem fotógrafa chamada Clea RaymonD, que ao mesmo tempo tem uma dádiva e uma maldição, embarca numa jornada para o Brasil e outras cidades famosas para descobrir o misterioso paradeiro de seu pai.
Envolvida com várias instituições de caridade, é uma defensora dos direitos dos animais e um membro do Kids with a Cause. Ela também doou 250.000 dólares para ajudar as vítimas do furacão Katrina. Em 2005, doou mais de 2,5 milhões de refeições para as vítimas do Furacão Katrina no sul. Em agosto de 2006, viajou para uma escola fundamental de Nova Orleans e trabalhou com E.U.A. Harvest para distribuir as refeições. Também tem servido no Conselho Consultivo da "Audrey Hepburn Child Benefit Fund" e do Conselho de Celebridades do " Kids with a Cause ". Em 8 de outubro de 2008, estrelou um anúncio de serviço público para campanha Think Before You Speak (Pense Antes de Falar) Campanha do Conselho Ad e GLSEN, para evitar a juventude de usar vocabulário antiLGBT, como a frase "That's So Gay" (Isto é Tão Gay). Em julho de 2009, foi nomeada como Jovem Embaixadora das crianças da capital colombiana, Bogotá. Como uma Jovem Embaixadora, passou cinco dias no país, distribuindo mochilas cheias de comida para crianças carentes.
Em 2010, fez uma doação para as vítimas do terremoto no Haiti. Juntamente com vários membros de sua família, como Haylie Duff, doou uma gratificante quantia para as vítimas, para ajudar na construção de hospitais e colégios, sem contar os alimentos e medicamentos para os necessitados. 
A artista ainda se uniu à I Am Waters para a campanha de sem-tetos americanos, que dedica o fornecimento de água limpa e fresca para desabrigados.
Declarou inúmeras vezes que é uma forte defensora dos direitos dos animais e comentou, quando lhe perguntaram o que estaria fazendo se ela não fosse uma celebridade, "Eu sempre quis ser uma veterinária quando era mais jovem, mas depois eu descobri que os animais realmente morrem ali, de modo que não era um trabalho para mim. Definitivamente algo com crianças ou animais,
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Hilary_Duff 
























domingo, 24 de março de 2013

Amo ciência


O mais maravilhoso na ciência é você poder ver essas imagens sem nunca ter ido ao espaço.









quarta-feira, 20 de março de 2013

Os azulejos e o barroco



 O termo azulejo designa uma peça de cerâmica de pouca espessura, geralmente quadrada, em que uma das faces é vidrada, resultado da cozedura de um revestimento geralmente denominado como esmalte que se torna impermeável e brilhante. Esta face pode ser monocromática ou policromática, lisa ou em relevo. O azulejo é geralmente usado em grande número como elemento associado à arquitetura em revestimento de superfícies interiores ou exteriores ou como elemento decorativo isolado.
Os temas oscilam entre os relatos de episódios históricos, cenas mitológicas, iconografia religiosa e uma extensa gama de elementos decorativos (geométricos, vegetalistas etc) aplicados a paredes, pavimentos e tetos de palácios, jardins, edifícios religiosos (igrejas, conventos), de habitação e públicos.
Com diferentes características entre si, este material tornou-se um elemento de construção divulgado em diferentes países, assumindo-se em Portugal como um importante suporte para a expressão artística nacional ao longo de mais de cinco séculos, onde o azulejo se transcende para algo mais do que um simples elemento decorativo de pouco valor intrínseco. Este material convencional é usado pelo seu baixo custo, pelas suas fortes possibilidades de qualificar esteticamente um edifício de modo prático. Mas nele se reflete, além da luz, o repertório do imaginário português, a sua preferência pela descrição realista, a sua atração pelo intercâmbio cultural. De forte sentido cenográfico descritivo e monumental, o azulejo é considerado hoje como uma das produções mais originais da cultura portuguesa.

O azulejo também foi um revestimento muito usado na decoração para recobrir paredes em interiores e jardins no período Barroco. Então, as cenas ganham um estatuto teatral e as molduras, de caráter exuberante, chegam a ter quase tanto peso como as cenas centrais que envolvem. Vão proliferar os côncavos e convexos, concheados, flores, frutos, cartelas, volutas e entrelaçados, putti, baldaquinos, efeitos ilusionistas arquitetônicos (balaustradas) e as chamadas figuras de convite.
Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Azulejo

















quinta-feira, 14 de março de 2013

Seguir o coração sempre...


"Meu incêndio é esse : ser fiel ao que me arde".


Margoh Werneck


segunda-feira, 11 de março de 2013

Vanguardas Positivas


Vanguardismos positivos são movimentos artísticos que buscam adequar a arte à "nova sociedade" do século XX, não mais norteada pelo pensamento romântico, idealizador, mas pelo pensamento moderno, que busca a realidade.
Cubismo, Construtivismo, Neoplasticismo, Suprematismo, Abstracionismo e Concretismo são os movimentos constituintes da "Vanguarda positiva".
 Cubismo(1907-1914):resultado das experiências de Pablo Picasso (1881 – 1973) e de Georges Braque (1882 – 1963), esteve inicialmente, ligado à pintura e teve por princípio a valorização das formas geométricas. Na literatura, caracteriza-se pela fragmentação da linguagem e geometrização das palavras, dispostas no papel de maneira aleatória a fim de conceber imagens.
Historicamente originou-se na obra de Cézanne, pois para ele a pintura deveria tratar as formas da natureza como se fossem cones, esferas e cilindros. Entretanto, os cubistas foram mais longe epassaram a representar os objetos com todas as suas partes num mesmo plano.O quadro "Lesdemoiselles d'Avignon", de Picasso, 1907 é conhecido como marco inicial do Cubismo. Nele ficam evidentes as referências a máscaras africanas. Pablo Picasso era um colecionador de fotografias, e formou uma coleção de imagens da arte primitiva das máscaras dos povos africanos.
Monte santa Vitória Com Pinheiro - Cézanne
Les Demoiselles d'Avignon 1907 - Picasso
Fase cezannista ou cezaniana - 1907 a 1909- O cubismo cézanniano ou cubismo pré-analítico foi a fase que iniciou o cubismo. Fortemente marcada pela obra de Cézanne, sobretudo no caráter analítico das formas e planos de cor, influenciou a análise de paisagens e objetos.Deu origem a uma fase seguinte, mais pensada e desenvolvida, o cubismo analítico.

Fase analítica ou hermética-1909-1912: caracterizado pela desestruturação da obra em todos os seus elementos. Essa fragmentação foi tão grande, que tornou qualquer figura nas pinturas cubistas irreconhecível. A cor se reduz aos tons de castanho, cinza e bege.

Cubismo Sintético – 1911: reagindo à excessiva fragmentação dos objetos e à destruição de sua estrutura, essa tendência procurou tornar as figuras novamente reconhecíveis. Também chamado de Colagem porque introduziu letras, palavras, números, pedaços de madeira, vidro, metal e até objetos inteiros nas pinturas.

 

Principais características

Geometrização das formas e volumes;
Renúncia à perspectiva;
O claro-escuro perde sua função;
Representação do volume colorido sobre superfícies planas;
Sensação de pintura escultórica;
Cores austeras, do branco ao negro passando pelo cinza, por um ocre apagado ou um castanho suave.
Cores fechadas.
Principais pintores:
·         Paul Cézanne
·         Pablo Picasso
·         Georges Braque
·         Juan Gris
·         KazimirMalevich
·         LyonelFeininger
·         Fernand Léger
·         Umberto Boccioni
·         Robert Delaunay
·         Diego Rivera
·         Alexandra Nechita
·         Tarsila do Amaral
·         Vicente do Rego Monteiro

 Retrato de Picasso (1912) - Juan Gris


A Saída do Ballet Russo (1914) - Fernand Léger

Homem Com Violão (1911-1912) - Georges Braque

Construtivismo: é uma das correntes teóricas empenhadas em explicar como a inteligência humana se desenvolve partindo do princípio de que o desenvolvimento da inteligência é determinado pelas ações mútuas entre o indivíduo e o meio. A ideia é que o homem não nasce inteligente, mas também não é passivo sob a influência do meio, isto é, ele responde aos estímulos externos agindo sobre eles para construir e organizar o seu próprio conhecimento, de forma cada vez mais elaborada.
Na história da arte, design gráfico, desenho industrial e arquitetura, o Construtivismo foi um movimento estético instaurado na Rússia de 1914, que negava a arte pura e assimilava influências da indústria.
Golpeie os brancos com a cunha vermelha (1919) - El Lissitzky

Arte abstrata ou abstracionismo: geralmente entendido como uma forma de arte (especialmente nas artes visuais) que não representa objetos próprios da nossa realidade concreta exterior. Ao invés disso, usa as relações formais entre cores, linhas e superfícies para compor a realidade da obra, de uma maneira "não representacional". Surge a partir das experiências das vanguardas europeias, que recusam a herança renascentista das academias de arte, em outras palavras, a estética greco-romana. A expressão também pode ser usada para se referir especificamente à arte produzida no início do século XX por determinados movimentos e escolas que genericamente encaixam-se na arte moderna.

No início do século XX, antes que os artistas atingissem a abstração absoluta, o termo também foi usado para se referir a escolas como o cubismo e o futurismo que, ainda que fossem representativas e figurativas, buscavam sintetizar os elementos da realidade natural, resultando em obras que fugiam à simples imitação daquilo que era "concreto".

O abstracionismo divide-se em duas tendências:
·         Abstracionismo lírico
·         Abstracionismo geométrico

O abstracionismo lírico ou abstracionismo expressivo inspirava-se no instinto, no inconsciente e na intuição para construir uma arte imaginária ligada a uma "necessidade interior"; tendo sido influenciado pelo expressionismo. Aparece como reação às grandes revoluções do século.O jogo de formas orgânicas e as cores vibrantes não eram muito patentes; mas também a linha de contorno sobressaía nesta arte que era muito figurativa.
Muitas artes naquela época procuravam se expressar por meio de música, sons. Mas o abstracionismo tinha o objetivo de se expressar por meio de desenhos abstratos, de forma figurativa. É desta forma que o abstracionismo lírico pretende igualar ou mesmo superar a música, transformando manchas de cor e linhas em ideias e simbolismos subjetivos.
Wassily Kandinsky, foi o mentor deste género, utilizando cores puras em pinceladas rápidas, tensas e violentas.

O Abstracionismo geométrico, ao contrário do abstracionismo lírico, foca-se na racionalização que depende da análise intelectual e científica. Foi influenciado pelo cubismo e pelo futurismo. O abstracionismo geométrico divide-se em duas correntes:
·         Suprematismo na Rússia
·         Neoplasticismo na Holanda
No Brasil, o abstracionismo teve suas primeiras expressões no século XIX. Entre os artistas mais importantes destacam-se Abraham Palatnik, Ivan Serpa, Loio-Pérsio, Luiz Sacilotto, Antônio Bandeira, ManabuMabe,Tomie Ohtake Lygia Clark e Valdemar Cordeiro


Suprematismo: foi um movimento artístico russo, centrado em formas geometricas básicas - particularmente o quadrado e o círculo - e tido como a primeira escola sistemática de pintura abstrata do movimento moderno.
Seu desenvolvimento foi iniciado por volta de 1915 pelo pintor Kazimir Malevich. Em 1918, na mostra O Alvo, em Moscou, Malevitch expôs o Quadrado preto sobre um fundo branco. Em O mundo Sem Objeto, livro publicado em 1927 pela Bauhaus, Malevich descreve a inspiração que deu origem à poderosa imagem do quadrado negro sobre um fundo branco:
"Eu sentia apenas noite dentro de mim, e foi então que concebi a nova arte, que chamei Suprematismo."

Quadrado negro sobre fundo branco de Kasimir Malevich (1918)
O manifesto do movimento, Do cubismo ao suprematismo, escrito por Malevich e pelo poeta Mayakovsky, foi publicado em 1915, e nele o Suprematismo será definido como "a supremacia do puro sentimento". O essencial era a sensibilidade em si mesma, independentemente do meio de origem.

Trata-se de romper com a idéia de imitação da natureza, com as formas ilusionistas, com a luz e a cor naturalistas - experimentadas pelo Impressionismo - e com qualquer referência ao mundo objetivo, que o Cubismo de certa forma ainda alimentava. A partir de 1915, o Suprematismo de Malevitch e o Construtivismo de Tatlin serão as duas grandes correntes da vanguarda ideológica e revolucionária russa, liderada por Mayakovsky e oficialmente apoiada pelo comissário para a instrução do governo de Lênin, Lunacharsky.

Na "Última Exposição Futurística de Pinturas: 0.10", organizada por Ivan Puni, em Petrogrado, em dezembro de 1915, Malevich escolheu o termo "suprematismo" para descrever suas próprias pinturas, porque era o primeiro movimento artístico a reduzir a pintura à pura abstração geométrica. Ao todo ele mostrou trinta e cienco trabalhos abstratos.
Em 1920, Malevich publicará ainda um ensaio denominado O suprematismo ou o mundo da não representação, aprofundando os aspectos teóricos do movimento. Segundo Malevich, o artista moderno deveria ter em vista uma arte finalmente liberada dos fins práticos e estéticos, trabalhando somente segundo a pura sensibilidade plástica.
O suprematismo permanecerá essencialmente ligado ao nome do seu criador, embora os reflexos da sua poética ultrapassem as pinturas e modelos arquitetônicos do artista. Seus maiores expoentes, além do próprio Malevich, foram El Lissitzky, Lyubov Popova, Ivan Puni e Aleksander Rodchenko.


 Composição suprematista: avião voando (1915) Kasimir Malevich
Fotocolagem em papelão (1923) - Alexander Rodchenko

Neoplasticismo: refere-se ao movimento artístico de vanguarda capitaneado pela figura de PietMondrian, relacionado à arte abstrata. Defendia uma total limpeza espacial para a pintura, reduzindo-a a seus elementos mais puros e buscando suas características mais próprias. Muitos de seus ideais foram expostos na revista De Stijl (O Estilo).
A necessidade de ressaltar o aspecto artificial da arte (criação humana) fez com que os artistas deste movimento (notadamente Mondrian e Theo van Doesburg) usassem apenas as cores primárias (vermelho, amarelo e azul) em seu estado máximo de saturação (artificial), assim como o branco e o preto(inexistentes na natureza, o primeiro sendo presença total e o segundo ausência total de luz).
Claramente um movimento de arte de pesquisa, os experimentos realizados pelos artistas neoplásticos foram essenciais para a arquitetura moderna, assim como para a formulação do que hoje se conhece por design. Apesar de afastados da Bauhaus devido a questões pontuais, ambos os movimentos fazem parte de um mesmo universo cultural.
Embora muitos vejam o Neo-Plasticismo como produto da revolta moral contra a violência irracional que assolava a Europa, alguns outros fatores foram essenciais para o nascimento do movimento, como o cubismo, que desfigurou os modos tradicionais de representação; o idealismo e a austeridade do protestantismo holandês e o viés místico da teosofia, movimento do qual PietMondrian era membro.
Visando a expressão de um princípio universal, o Neoplasticismo bania o individualismo excessivo (presente na arte figurativa) e reduzia a pintura aos elementos constitutivos da linha, do espaço e da cor. Segundo Theo Van Doesburg, "o quadrado é para nós o que a cruz era para os antigos cristãos". Já nas palavras do próprio Mondrian:"Uma expressão individual não se torna uma expressão universal por meio da representação figurativa, que se baseia em nossa concepção do sentimento, seja clássica, romântica, religiosa ou surrealista".
Vale ressaltar, como último ponto fundamental da doutrina Neo-Plástica, a visão sintética das artes. Segundo a análise de H.B. Chipp da ótica do movimento, "no futuro, a materialização concreta dos valores pictóricos suplantará a arte. Então, já não precisaremos de quadros, pois viveremos no meio da arte realizada”.
Lista de importantes figuras do neoplasticismo, incluindo artistas, designers e arquitetos:
·         PietMondriaan (1872  1944)
·         Theo van Doesburg (1883  1931)
·         GerritRietveld (1888  1964)
·         Ilya Bolotowsky (1907  1981)
·         Marlow Moss (1890  1958)
·         AmédéeOzenfant (1886  1966)
·         Max Bill (1908  1994)
·         Jean Gorin (1899  1981)
·         BurgoyneDiller (1906  1965)
·         Georges Vantongerloo (1886  1965)

 Composição com vermelho, preto, azul e amarelo (1921) - Piet Mondrian


Contraposição de dissonâncias, XVI 1925 - Theo Van Doesburg

E Mondrian inspira...










Concretismo: movimento vanguardista surgido em 1953, inicialmente na música, depois na poesia e, por fim, nas artes plásticas. Defendia a racionalidade e rejeitava o Expressionismo, o acaso, a abstração lírica e aleatória. Nas obras surgidas no movimento, não há intimismo nem preocupação com o tema, seu intuito era acabar com a distinção entre forma e conteúdo e criar uma nova linguagem.
Sua máxima expressão mundial é o grupo concretista de São Paulo, fundador da Revista "Noigandres", na década de 1950, liderado pelos irmãos Campos (Augusto de Campos e Haroldo de Campos), Décio Pignatari e José Lino Grunewaldt.
A partir de 1960, poetas e músicos do movimento passaram a se envolver em temas sociais, surgindo várias tendências pós ou neo-concretistas, entre eles Ferreira Gullar, o poema-práxis e Paulo Leminski.