segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

A Staatliches-Bauhaus



A Staatliches-Bauhaus (literalmente, casa estatal da construção ou "casa construída" - há controvérsias quanto à tradução - mais conhecida simplesmente por Bauhaus) foi uma escola de design, artes plásticas e arquitetura de vanguarda que funcionou entre 1919 e 1933 na Alemanha. A Bauhaus foi uma das maiores e mais importantes expressões do que é chamado Modernismo no design e na arquitetura, sendo a primeira escola de design do mundo.

Fundada por Walter Gropius em 25 de abril de 1919, a intenção era fazer da Bauhaus uma escola combinada de arquitetura, artesanato e uma academia de artes. Gropius pressentiu que começava um novo período da história com o fim da Primeira Guerra Mundial e decidiu que a partir daí dever-se-ia criar um novo estilo arquitetônico que refletisse essa nova época. O seu estilo tanto na arquitetura quanto na criação de bens de consumo primava pela funcionalidade, custo reduzido e orientação para a produção em massa, sem jamais limitar-se apenas a esses objetivos. Gropius queria unir novamente os campos da arte e artesanato, criando produtos altamente funcionais e com atributos artísticos. Ele foi o diretor da escola de 1919 a 1928, sendo sucedido por Hannes Meyer e Ludwig Mies van der Rohe.

Em 1933, após uma série de perseguições por parte do governo hitleriano, a Bauhaus é fechada por ordem do governo. Os nazistas opuseram-se à Bauhaus durante a década de 1920, bem como a qualquer outro grupo que não tivesse uma orientação política de direita. A escola foi considerada uma frente comunista, especialmente porque muitos artistas russos trabalhavam ou estudavam ali. 
Escritores nazistas como Wilhelm Frick e Alfred Rosenberg clamavam diretamente que a escola era "anti-Germânica," e desaprovavam o seu estilo modernista. Contudo, a Bauhaus teve impacto fundamental no desenvolvimento das artes e da arquitetura do ocidente europeu, e também dos Estados Unidos e Israel nas décadas seguintes - para onde se encaminharam muitos artistas exilados pelo regime nazista.
A Cidade Branca de Tel Aviv é a maior concentração do mundo de prédios no "International Style", mais conhecido como "Estilo Bauhaus". Possui mais edifícios construídos segundo o estilo Bauhaus que em qualquer outro lugar do mundo, incluindo qualquer cidade alemã. Desde 2003, a zona da cidade conhecida como Cidade Branca foi declarada Patrimônio Mundial pela UNESCO, sendo mais de 1500 os edifícios International Style contabilizados e sujeitos a diversos planos de restauração e preservação.
Apesar de terem surgido novos estilos arquitetônicos – incluindo modernos arranha-céus – o modelo dominante de Tel Aviv quando vista do ar é ainda a profusão de "pequenos edifícios com forma de caixas e teto branco" que refletem a tradição Bauhaus da arquitetura modernista da cidade.

                                                                                     Museu Bauhaus em Tel Aviv


A escola Bauhaus também influenciou imensamente a América do Sul, tendo como seu principal representante o arquiteto Oscar Niemeyer. A jovem capital brasileira, Brasília, foi projetada há 52 anos sob as tendências modernas e funcionalistas inauguradas pelo bauhasianismo. Todo o plano-piloto, incluindo tanto os edifícios residenciais quanto as construções públicas, são exemplos e ícones desta arte, em sua excelência.

O principal campo de estudos da Bauhaus era a arquitetura (como fica implícito até pelo seu nome), e procurou estabelecer planos para a construção de casas populares baratas por parte da República de Weimar. Mas também havia espaço para outras expressões artísticas: a escola publicava uma revista chamada Bauhaus e uma série de livros chamados Bauhausbücher. O diretor de publicações e design era Herbert Bayer.

Curiosidades

Atualmente a Bauhaus de Weimar mantém a sua liderança como uma das melhores universidades na Alemanha, lecionando sobretudo o ramo da arquitetura, mas estando também integrada num núcleo de outros polos de ensino ligado às artes e de onde se destaca design, mídia, música, entre outros. O ensino da Bauhaus encontra-se intrínseco na própria forma de lecionar da escola atualmente, baseando-se muito na experimentação prática de ideias e na realização de seminários e workshops para confronto de conhecimentos.

O edifício inicial projetado por Walter Gropius sofrera inúmeras modificações após a Segunda Guerra. Em 1994 iniciou-se um processo de reforma visando restabelecer ao edifício sua condição original. O empreendimento foi promovido pela Fundação Bauhaus e coordenado pela arquiteta Monika Markgraf. Devido a inexistência do projeto original o trabalho foi árduo e concluído somente em 2007. Ainda hoje é o edifício principal do polo da universidade, destacando-se o escritório de Walter Gropius, mantido inalterado.

Fontes:
http://www.gizmodo.com.br/8-lindos-produtos-da-bauhaus-a-mais-influente-escola-de-design/

Peças icônicas

Criado em 1922 por Josef Hartwig, a melhor parte das peças desse jogo de xadrez é que o design de cada uma indica o movimento que elas são capazes de fazer.


O berço da Bauhaus surgiu nos primeiros dias da escola de design alemã.


Criada por Marcel Breuer, a cadeira presidente é uma mistura de aço e couro, usando nenhum material a mais do que o necessário, enquanto que provê conforto máximo.


Cinco mesas separadas que se aninham umas nas outras. E o uso de cores em cada mesa é algo que seria revisitado por Ray e Charles Eames décadas mais tarde.


Provavelmente a peça de luz mais icônica saída da Bauhaus, o abajur de William Wagenfeld, construída de metal e vidro precisamente cortado, está entre os objetos que emergiram durante o regime focado em tecnologia da Bauhaus.

Criada em 1929 pelo futuro líder da Bauhaus Ludwig Mies van der Rohe em parceria com Lily Reich, as gentis linhas da cadeira Barcelona serviram como precursoras do que seria o movimento de mobília moderna da metade do século.


Um comentário:

  1. Agradecida amiga, felicidade constante nesse novo ano que se inicia e que seja repleto de fartura, harmonia e saúde.
    Beijinhos de estrelas.
    Lua

    ResponderExcluir