quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Ascensão


E eis-me aqui,
Passo a passo
Me elevando aos céus.
Primeiro em pensamento,
Logo em espírito.
E por fim
O corpo acompanhará a alma...

Lu Lopes

sábado, 6 de outubro de 2012

Democracia





Democracia vem da palavra grega “demos” que significa povo. Nas democracias, é o povo quem detém o poder soberano sobre o poder legislativo e o executivo.

Embora existam pequenas diferenças nas várias democracias, certos princípios e práticas distinguem o governo democrático de outras formas de governo.
  • Democracia é o governo no qual o poder e a responsabilidade cívica são exercidos por todos os cidadãos, diretamente ou através dos seus representantes livremente eleitos.
  • Democracia é um conjunto de princípios e práticas que protegem a liberdade humana; é a institucionalização da liberdade.
  • A democracia baseia-se nos princípios do governo da maioria associados aos direitos individuais e das minorias. Todas as democracias, embora respeitem a vontade da maioria, protegem escrupulosamente os direitos fundamentais dos indivíduos e das minorias.
  • As democracias protegem de governos centrais muito poderosos e fazem a descentralização do governo a nível regional e local, entendendo que o governo local deve ser tão acessível e receptivo às pessoas quanto possível.
  • As democracias entendem que uma das suas principais funções é proteger direitos humanos fundamentais como a liberdade de expressão e de religião; o direito a proteção legal igual; e a oportunidade de organizar e participar plenamente na vida política, econômica e cultural da sociedade.
  • As democracias conduzem regularmente eleições livres e justas, abertas a todos os cidadãos. As eleições numa democracia não podem ser fachadas atrás das quais se escondem ditadores ou um partido único, mas verdadeiras competições pelo apoio do povo.
  • A democracia sujeita os governos ao Estado de Direito e assegura que todos os cidadãos recebam a mesma proteção legal e que os seus direitos sejam protegidos pelo sistema judiciário.
  • As democracias são diversificadas, refletindo a vida política, social e cultural de cada país. As democracias baseiam-se em princípios fundamentais e não em práticas uniformes.
  • Os cidadãos numa democracia não têm apenas direitos, têm o dever de participar no sistema político que, por seu lado, protege os seus direitos e as suas liberdades.
  • As sociedades democráticas estão empenhadas nos valores da tolerância, da cooperação e do compromisso. As democracias reconhecem que chegar a um consenso requer compromisso e que isto nem sempre é realizável. Nas palavras de Mahatma Gandhi, “a intolerância é em si uma forma de violência e um obstáculo ao desenvolvimento do verdadeiro espírito democrático”.
Fonte:
 

Barão de Montesquieu

Albert Einstein

Nelson Mandela

Papa João Paulo II

Fernando Sabino

Clement Attlee
 


sexta-feira, 5 de outubro de 2012

CCBB encerra exposição impressionista com 3ª virada

Vai encerrar a temporada da exposição "Impressionismo: Paris e a Modernidade" em São Paulo, no Centro Cultural Banco do Brasil (Rua Álvares Penteado, 112, centro, tel. 3113-3651). Serão 37 horas ininterruptas de funcionamento, das 10 h de sexta às 23 h do sábado. Com 85 pinturas do acervo do Museu d''Orsay, telas assinadas por artistas de peso como Manet, Monet, Paul Gauguin, Van Gogh, Paul Cézanne, Edgar Degas e Auguste Renoir. Até agora, o público total da exposição soma quase 300 mil visitantes. No domingo, último dia da mostra, o CCBB ficará aberto até as 20 horas, por conta das eleições municipais. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte:
http://m.estadao.com.br/noticias/arteelazer,ccbb-encerra-exposicao-impressionista-com-3-virada,940110.htm

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Tropicalismo

Tropicalismo ou Movimento tropicalista foi um movimento cultural brasileiro que surgiu, sob a influência das correntes artísticas de vanguarda e da cultura pop nacional e estrangeira (como o pop-rock e o concretismo), com a união de uma série de artistas baianos, no contexto do Festival de Música Popular Brasileira promovidos pela Rede Record, em São Paulo, e Globo, no Rio de Janeiro.

Um momento crucial para a definição da Tropicália foi o Festival de Música Popular Brasileira, no qual Caetano Veloso interpretou "Alegria, Alegria" e Gilberto Gil, ao lado dos Mutantes, "Domingo no Parque". No ano seguinte, o festival foi integralmente considerado tropicalista. No mesmo ano foi lançado o disco Tropicália ou Panis et circensis, considerado quase como um manifesto do grupo.
O movimento tinha objetivos comportamentais, que encontraram eco em boa parte da sociedade, sob  regime militar, no final da década de 1960, embora tenha se manifestado principalmente na música (cujos maiores representantes foram Caetano Veloso, Gilberto Gil, Torquato Neto, Os Mutantes e Tom Zé). Misturou manifestações tradicionais da cultura brasileira a inovações estéticas radicais, como nas artes plásticas (destaque para a figura de Hélio Oiticica), o cinema (o movimento sofreu influências e influenciou o Cinema novo de Gláuber Rocha) e o teatro brasileiro (sobretudo nas peças anárquicas de José Celso Martinez Corrêa). Um dos maiores exemplos do movimento tropicalista foi uma das canções de Caetano Veloso, denominada exatamente de "Tropicália".

Influências: movimento antropofágico, pop art, concretismo

Grande parte do ideário do movimento possui algum tipo de relação com as propostas que, durante as décadas de 1920 e 30, os artistas ligados ao movimento antropofágico promoviam (Mário de Andrade, Tarsila do Amaral, Oswald de Andrade, Anita Malfatti, Menotti del Pichia, Pagu entre outros): são especialmente coincidentes as propostas de digerir a cultura exportada pelas potências culturais (como a Europa e os Estados Unidos) e regurgitá-la após a mesma ser mesclada com a cultura popular e a identidade nacionais.

Pop art 
-->
A grande diferença entre as duas propostas (a antropofágica e a tropicalista) é que a primeira estava interessada na digestão da cultura erudita que estava sendo exportada, enquanto os tropicalistas incorporavam todo tipo de referencial estético, seja erudito ou popular. Acrescente-se a isso uma novidade: a incorporação de uma cultura não necessariamente popular, mas pop). O movimento, neste sentido, foi bastante influenciado pela estética da pop art e reflete no Brasil algumas das discussões de artistas pop (como Andy Warhol).


Concretismo


Ainda que tenha sido bastante influenciado por movimentos artísticos que costumam estar associados à ideia de vanguarda negativa - movimentos artísticos que pregam a separação entre a Arte e a sociedade e que consideram a arte indiferente a qualquer elemento exterior a ela mesma, devendo existir por si própria; Surrealismo, Dadaísmo e Futurismo são os três movimentos constituintes da vanguarda negativa - o TropicalismoPoesia concreta). A preocupação dos tropicalistas em tratar a poesia das canções como elemento plástico, criando jogos lingüísticos e brincadeiras com as palavras é um reflexo do Concretismo da década de 1950 (especialmente da poesia concreta).
-->
A preocupação dos tropicalistas em tratar a poesia das canções como elemento plástico, criando jogos lingüísticos e brincadeiras com as palavras é um reflexo do Concretismo.
-->




Críticas



Embora marcante, o Tropicalismo era visto por seus adversários como um movimento vago e sem comprometimento político, comum à época em que diversos artistas lançaram canções abertamente críticas à ditadura. De fato, os artistas tropicalistas fazem questão de ressaltar que não estavam interessados em promover através de suas músicas referências temáticas tradicionais à problemática político-ideológica, como feito até então pela canção de protesto: acreditavam que a experiência estética vale por si mesma e ela própria já é um instrumento social revolucionário.


Durante a década de 1960, delinearam-se na música popular brasileira quatro grandes tendências:


  • a primeira era composta por alguns dos artistas que herdaram a experiência da Bossa Nova (ou seus próprios representantes), e compunham uma música que estabelecia relações com o samba e o cool jazz (grupo no qual pode-se inserir a figura de Chico Buarque);
  • um segundo grupo, reunido sob o título "Canção de Protesto", se recusava a aceitar elementos da música pop estrangeira, em defesa da preservação da cultura nacional frente ao imperialismo cultural, e via a canção, acima de tudo, como um instrumento de crítica política e social (neste grupo destaca-se a figura de Geraldo Vandré);
  • um terceiro grupo, interessado em produzir um tipo de música que possuía forte influência do rock inglês e norte-americano, tão em voga no mundo daquele período, e que aqui no Brasil ficou conhecido como iê-iê-iê ou Jovem Guarda (neste grupo destacam-se artistas como Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléia).
  • e finalmente um quarto grupo, especialmente dedicado a promover experimentações e inovações estéticas na música formado justamente pelos artistas tropicalistas.


Alguns dos artistas participaram de mais de uma desses grupos, mas o estilo dessas correntes eram distintos e tinham características próprias e delimitadas.


Dado o caráter repressivo do período, a intelectualidade da época (e principalmente determinadas fatias da juventude universitária ligadas ao movimento estudantil) tendiam a rejeitar a proposta tropicalista, considerando seus representantes alienados. Apenas décadas mais tarde, quando o movimento já havia se esvaziado, ele passou a ser efetivamente compreendido e deixou de ser tão criticado.


Nomes ligados à Tropicália



Os principais representantes do movimento foram:
-->


Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Tropic%C3%A1lia

Concretismo foi um movimento vanguardista surgido em 1953, inicialmente na música, depois na poesia e, por fim, nas artes plásticas. Defendia a racionalidade e rejeitava o Expressionismo, o acaso, a abstração lírica e aleatória. Nas obras surgidas no movimento, não há intimismo nem preocupação com o tema, seu intuito era acabar com a distinção entre forma e conteúdo e criar uma nova linguagem.
Sua máxima expressão mundial é o grupo concretista de São Paulo, fundador da Revista "Noigandres", na década de 1950, liderado pelos irmãos Campos (Augusto de Campos e Haroldo de Campos), Décio Pignatari e José Lino Grunewaldt.
A partir da década de 1960, poetas e músicos do movimento passaram a se envolver em temas sociais, surgindo várias tendências pós ou neo-concretistas, entre eles Ferreira Gullar, o poema-práxis e Paulo Leminski.


O Tropicalismo na Moda











As Crônicas de Arcana, Livro 1: Princesa Veneno



Em sua estréia no universo adulto jovem, a autora Kresley Cole apresenta um mundo sombrio e intrigante, cheio de perigos indizível e romance irresistível.


Misturando os mistérios do tarô e a vontade dos deuses , o resultado é um conto sombrio, sexy e fantástico.

As Crônicas de Arcana, Livro 1: Princesa Veneno
Disponível 2012/10/02


22 cartas Arcanas. 22 assassinos jovens. Que a melhor mão viva.

Alucinações terríveis. Aos dezesseis anos de idade, Evangeline “Evie” Greenne, uma adolescente com uma vida privilegiada que mora em Louisiana, previu um evento apocalíptico que dizimou sua cidade natal, matando a todos a quem ela ama e lhe trazendo todo tipo de novos poderes.

Com a terra arrasada e poucos sobreviventes, a equipe de Evie está com  o bonito e perigoso Jack Deveaux em uma corrida para encontrar respostas. Eles descobrem que uma antiga profecia está se desenrolando e Evie não é o única com poderes especiais. Um grupo de adolescentes foi escolhido para reencenar a batalha final entre o bem e o mal. Mas não está sempre claro quem está em qual lado ...


"A prosa explode com energia e interesse, o conteúdo está de acordo em termos de demanda atual, e este pode ser o próximo Crepúsculo."-Booklist


"Uma mistura eletrizante a cada página virada, aventura pós-apocalíptica e romance escaldante. As Crônicas de Arcana irá surpreendê-lo! "PC- Cast


terça-feira, 2 de outubro de 2012

Imortais Depois do Anoitecer - 13




Neste novo  bestseller Kresley Cole apresenta em detalhes a cultura dos Dácios, a linhagem real de Dacia, um reino vampiro escondido dentro do Lore e governado por Lothaire, protagonista do volume anterior.

Trehan Daciano, conhecido como o Príncipe das Sombras, passou a vida servindo o seu povo, golpeando na noite, tranquilamente executando qualquer ameaça ao seu reino. O espadachim friamente disciplinado nunca desejou nada para si, até que ele contempla Bettina, a protegida de dois dos vilões mais temidos do Lore. Mas ela está ligada a outro e Trehan, um assassino cruel, fará de tudo para possuí-la; até mesmo competir-lhe a mão em um sangrento torneio até a morte.


Desesperada para obter a aprovação de seus guardiões, após um erro que abalou sua vida, a jovem Bettina não tem escolha a não ser casar com qualquer pretendente que prevalecer no torneio, mesmo que ela perca seu coração para outro. No entanto, um concorrente letal, um encapuzado espadachim misterioso, invade seus sonhos tentando-a com um prazer proibido...


O tema pós-apocalíptico é muito popular nos livros da série Imortais Depois do Anoitecer e Kresley não apenas é mestra no gênero, como também consegue adicionar um toque único paranormal e mitológico, apresentando personagens fantásticos e lendários com uma roupagem moderna e atual.

Glossário de Termos do Livro do Lore


"... E essas criaturas sencientes que não são humanos devem ser unidos em um estrato, coexistindo, ainda que em segredo, com o homem."


The Valkyrie - As Valquírias

"Quando os gritos de uma corajosa guerreira soam e ela morre em batalha, Woden e Freya atendem a chamada. Os dois deuses enviam um relâmpago para golpeá-la, resgatando-a para sua sala, onde a jovem desperta curada e grávida; sua coragem preservada para sempre na forma de uma filha - uma donzela imortal. Assim nascem as Valquírias". 
Características:
  • Tomam sustento da energia elétrica da terra, compartilhando-a em um poder coletivo, e devolvendo-a com suas emoções em forma de raio.
  • Possuem força sobrenatural e velocidade.
  • Sem treinamento, elas podem ser hipnotizadas por brilhantes objetos e jóias.


The Lykae Clan - O Clã Lykae



"Um guerreiro orgulhoso do Povo Keltoi (ou pessoas escondidas, mais tarde conhecidas como celtas) foi tomado em seu auge por um lobo enlouquecido. O guerreiro ressuscitou dentre os mortos, agora imortal, com o espírito do animal latente dentro dele . Ele mostrou traços do lobo: a necessidade de toque, uma intensa lealdade a sua espécie, um desejo animal para as delícias da carne. Às vezes, a besta sobe ... "


  • Também chamado de lobisomens.
  • Inimigos da Horda.


The Vampires - Os Vampiros



  • Duas facções: a Horda Vampiro e o Exército Forbearer.
  • Cada vampiro procura a sua noiva, sua esposa eterna, e caminha como um morto-vivo até  encontrá-la.
  • A noiva irá tornar seu corpo totalmente vivo, dando-lhe a respiração e fazendo seu coração bater, um processo conhecido como sangramento.
  • O rastreamento é teletransporte, o modo de viagem de um vampiro. Um vampiro só pode riscar para destinos onde ele já esteve.
  • The Fallen são vampiros que optaram por beber sua vítima até a morte. Distinguidos por seus olhos vermelhos.


The Horde  - A Horda



Surgiram no caos do primeiro Lore, uma irmandade de vampiros dominante, confiando em sua natureza fria, o culto da lógica, e ausência de misericórdia. " Eles saltaram das estepes severas de Dacia e migraram para a Rússia, embora alguns digam que um enclave secreto, o Daci, vivem em Dacia ainda. "


  • Suas fileiras são compostas dos Derrotados (Fallen).
  • Inimigos da maioria das facções do Lore.


The Forbearers - Os Forbearers



"... A sua coroa roubada, Kristoff, o legítimo rei da Horda, buscou nos campos de batalha da antiguidade os mais fortes e  valentes guerreiros humanos em seu momento de morte, o que lhe valeu o nome de Gravewalker (Caminhante Entre Tumbas). Ele ofereceu a vida eterna em troca de fidelidade eterna para ele e seu crescente exército. "


  • Um exército de vampiros que consistem em seres humanos transformados, que não bebem sangue diretamente da carne.
  • Kristoff foi criado como um ser humano e viveu entre eles.  Ele e seu exército sabem muito pouco do Lore.
  • Inimigos da Horda.


The Demonarchies - As Demonarquias



"Os demônios são tão variadas como as bandas do homem ..."


  • Uma coleção de dinastias demônio.
  • A maioria de raças demônio podem riscar como  os vampiros. Algumas raças são obrigados a obedecer a intimação.
  • Aqueles que podem emitir veneno de suas presas, chifres, garras são mais vulneráveis ​​ao veneno dos outros.
  • Muitas raças demônio devem ter relações sexuais com um parceiro em potencial para verificar se ela é realmente sua, um processo conhecido como tentativa.


The House of Witches - A Casa das Bruxas



"... Possuidores imortais de talentos mágicos, os praticantes do bem e do mal."


  • Místicas mercenários que vendem seus feitiços.
  • Estritamente proibido criar riqueza pessoal ou imortalidade.
  • Separadas em cinco castas: guerreira, curandeira, feiticeira, mágica e vidente.
  • A bruxa conhecida por possuir os poderes de todas as cinco castas é Mariketa, a Esperada.


The Sept of Sorceri - A Sorceri



"A sorceri sempre buscam e cobiçam os poderes dos outros, desafiando-os a um duelo para roubar os poderes de outras feiticeiras..."


  • Uma raça surgida de uma linhagem da casta feiticeira da Casa das Bruxas.
  • Se elas perdem o desafio, se tornam escravas de sua própria espécie e são chamadas Inferi. Elas podem negociar e roubar poderes secundários.
  • Uma das espécies mais fracas fisicamente no Lore, elas usavam armaduras elaboradas para proteger seus corpos.  Eventualmente, eram feitas em metal e especialmente ouro sagrados.
  • O Sorceri foi conduzido por Morgana, que governou como sua regente. Curiosamente o poder da rainha era controlar  outro Sorceri. Então, ela foi literalmente a Rainha do Sorceri, em ambos os sentidos da palavra.


The Furiae - As Furias



"Se você fizer o mal, peça a punição antes de vir ..."


  • São guerreiras empenhadas em fazer justiça aos homens maus quando escapam em outro lugar.
  • Lideradas por Alecta, a Inflexível.


The Berserkers - Os Berserkers



"A vida solitária de um Berserker está cheio de nada, além da raiva na batalha e sede de sangue ..."


  • Um grupo de guerreiros humanos, conhecidos por sua brutalidade impiedosa, que juram lealdade a Woden.
  • Mais fortes e mais rápidos do que os meros mortais, eles carregam dentro de si o espírito do urso e pode canalizar sua ferocidade em um berserkrage, temporariamente se tornando tão poderosos como um imortal.
  • Quando um berserker ganha sua batalha 200, em nome de Woden, o deus vai conceder-lhe a imortalidade ohalla com força incalculável.


The Order - A Ordem



"Os tomadores de imortais. Uma vez capturados pela Ordem, Imortais não voltam ...."


  • Uma operação multinacional mortal, criado para estudar e exterminar-não-humanos.
  • Pensado para ser uma lenda urbana.


The Sirenae - As Sereias



"Perto da borda do mar, cuidado com a canção da sereia ..."


  • Uma espécie feminina de imortais, elas podem permanentemente hipnotizar e escravizar os homens que ouvem o seu canto.
  • Necessitam da energia do mar e não podem estar longe dele por mais de um ciclo da lua.


The Fey of Grimm Dominion, or the Draiksulia O Fey de Grimm Dominion, ou o Draiksulia



"Nobres senhores governando uma classe de demônios".


  •   odals, é um termo antigo para senhores feudais.
  • Mestres na arte de venenos.
  • Os machos preferem ser chamados Draiks.
  • Muitos subconjuntos diferentes, incluindo fogo, gelo e fadas da floresta.


Wendigo 



Comedores insaciáveis de carne, vorazes por sangue. Eles se alimentam e se alimentam, mas nunca podem ser saciados."


  • Encontrado nas florestas boreais de terras frias e norte.
  • Distinguíveis por suas longas garras, corpos alongados  e  estão sempre emagrecidos.
  • Cavam sepulturas por carne.


The Wraiths - Os Espectros



"... A sua origem desconhecida, sua presença refrigeração."


  • Espectrais, seres uivantes. Na sua maior parte, incontrolável.
  • Também chamado de antigo flagelo


The Vessel - O Recipiente



"Para ser escolhido deve ser condenado ..."


  • Em cada ascensão uma mulher escolhida irá gerar uma criança que vai se tornar um guerreiro que pode ser tanto  do mal quanto do bem, dependendo do pai.
  • Dos últimos sete recipientes, seis têm gerado o Mal.
  • Algumas facções buscam assassinar o recipiente para evitar o nascimento. Outros lutam para possuí-la e controlar sua prole.


Revenants



"Os mortos roubado de descanso eterno, forçados a servir um mestre escuro ..."


  • Um cadáver levantado do túmulo e reanimado, na maioria das vezes por um feiticeiro ou necromante, que o controla.
  • Não pode ser morto até que a pessoa que o comanda é morto.


The Kobolds - Os Kobolds



"Quando os olhos estão sobre eles, angelicais se parecem. Olhe à distância, e você não pode imaginar o que eles se tornam."


  • Gnomos, criaturas que habitam nas minas. O nome do elemento cobalto, inconstante e perigoso, é derivado desta espécie.


The Ghouls - Os Ghouls



"Mesmo imortais tomam cuidado com sua mordida ..."


  • São seres humanos que viraram monstros selvagens, de pele verde e brilhante, olhos amarelos, e mordidas  e arranhões contagiosos.
  • Seu imperativo é aumentar seu número por contágio.
  • Eles costumam viajar em tropas.


The Scârbă - O Scarba



"Abominações, criado em vez de nascer, com poderes e anseios não naturais ...."


  • Demônios envenenado com sangue de vampiro que mantêm as características de ambas as espécies.
  • Previamente pensado para ser verdadeiramente mítico, considerados abominações pela maioria no Lore.
  • Mais forte de qualquer ser senciente imortal.
  • Coloquialmente conhecidos como vemons.


The Turning



" "Só através da morte pode se tornar um 'outro'."


  • Alguns seres podem transformar um humano numa criatura do Lore ou mesmo outros em sua espécie através de meios diferentes, mas o catalisador para a mudança é sempre a morte, e o sucesso não é garantido.


The Talisman's Hie O Talismã Hie



"A caçada traiçoeira e cansativa por talismãs mágicos, amuletos, e outras riquezas místicas sobre o mundo inteiro."


  • Realizada a cada 250 anos.
  • Hospedado por Riora, a deusa da impossibilidade.
  • Foi vencido nas últimas cinco vezes pela valquíria Kaderin  Coração Frio.


The Accession - A Ascenssão



"E uma vez será quando todos os seres imortais no Lore, do Valkyrie, vampiro, Lykae, e facções de demônios, bruxas, metamorfos, fadas e sereias ... devem lutar e destruir uns aos outros."

  • Ocorre a cada 500 anos. Ou agora...