sábado, 30 de junho de 2012

Paulo Leminski




Paulo Leminski (1944 — 1989) nasceu em Curitiba, e foi um escritor, tradutor, poeta, e professor brasileiro. Leminski tornou-se reconhecido por ter inventado seu próprio jeito para escrever poesias, fazendo trocadilhos ou brincando com ditados populares. Paulo Leminski foi também professor de História e de Redação em cursos pré-vestibulares, além de professor de judô.

Leminski teve poemas e textos publicados em diversas revistas, escreveu letras de músicas com uma grande influência de MPB (Música Popular Brasileira) chegando até a fazer pareceria com Caetano Veloso.



"Abrindo um antigo caderno
foi que eu descobri:
Antigamente eu era eterno."

"Tarde de vento.
Até as árvores
querem vir para dentro."


Amor bastante

"Quando eu vi você
tive uma idéia brilhante
foi como se eu olhasse
de dentro de um diamante
e meu olho ganhasse
mil faces num só instante
basta um instante
e você tem amor bastante"


Atraso Pontual

"Ontens e hojes, amores e ódio,
adianta consultar o relógio?
Nada poderia ter sido feito,
a não ser o tempo em que foi lógico.
Ninguém nunca chegou atrasado.
Bençãos e desgraças
vem sempre no horário.
Tudo o mais é plágio.
Acaso é este encontro
entre tempo e espaço
mais do que um sonho que eu conto
ou mais um poema que faço?"



Razão de Ser

"Escrevo. E pronto.
Escrevo porque preciso,
preciso porque estou tonto.
Ninguém tem nada com isso.
Escrevo porque amanhece,
E as estrelas lá no céu
Lembram letras no papel,
Quando o poema me anoitece.
A aranha tece teias.
O peixe beija e morde o que vê.
Eu escrevo apenas.
Tem que ter por quê?"

"Amor, então,
também, acaba?
Não, que eu saiba.
O que eu sei
é que se transforma
numa matéria-prima
que a vida se encarrega
de transformar em raiva.
Ou em rima."


 
"Não discuto
com o destino
O que pintar
eu assino"

"Pelos caminhos que ando
um dia vai ser
só não sei quando
O barro
toma a forma
que você quiser
Você nem sabe
estar fazendo apenas
o que o barro quer"


Arte do Chá

"Ainda ontem
convidei um amigo
para ficar em silêncio
comigo
Ele veio
meio a esmo
praticamente não disse nada
e ficou por isso mesmo"

Um comentário: