sábado, 5 de maio de 2012

As cinco fases da recuperação



Estou de volta. A cirurgia de minha irmã foi um sucesso, ela já recebeu alta no hospital e está se recuperando muito bem. O mal humor, por exemplo, recuperou-se extraordinariamente rápido! Enquanto acompanhava sua recuperação, compreendi que, igual ao luto, também existem cinco fases pós-cirurgia. 
- A Negação: acredita que nunca sairá do hospital.
- A Raiva: Tudo incomoda. Os enfermeiros ( uns santos) a enchem de remédio, a nutricionista insiste em que coma, a fisioterapeuta a obriga a se movimentar, há visitas demais (estão sufocando-a), há visitas de menos (estão esquecendo-a), está muito quente, está muito frio e a acompanhante - eu - ri como uma hiena cada vez que dá piti por uma coisa sem sentido. Sério, as vezes é preciso ser má, para ser boa...
A Negociação: Sempre que o médico pergunta como está, responde que está bem e tenta convencer o médico a dar alta o mais rápido possível. Felizmente os médicos prestam mais atenção ao resultado dos exames que aos argumentos dos pacientes.
A Depressão: Curiosamente parece ocorrer após a alta do hospital quando, repentinamente, não possui mais um esquadrão de profissionais dedicados ao seu bem estar. E quem imaginaria que sentiria tanta falta?
A Aceitação: Quando finalmente percebe que a cirurgia realmente foi um sucesso, o pior já passou e está plenamente apta a cuidar de si mesmo sozinha. Essa fase costuma ocorrer misteriosamente quando menos se espera.

Te adoro minha irmã, assim passa logo da fase da Depressão pra da Aceitação, mesmo porque você provavelmente vai ficar puta quando ler isso, e se quiser colocar as mãos em mim vai ter de correr. MUITO!

Mil beijos!
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário