quarta-feira, 14 de setembro de 2011

DICAS PARA FAZER CITAÇÂO

Fonte:
http://www.recantodasletras.com.br/teorialiteraria/638805
Segundo a ABNT (2002), as citações são classificadas em três tipos: Citação Direta; Citação Indireta e Citação de Citação.
1. CITAÇÃO DIRETA - é a transcrição ou a cópia, no corpo do seu trabalho, de um texto, um parágrafo, uma frase ou uma expressão, usando exatamente as mesmas palavras usadas pelo autor da obra pesquisada.

1.1. Citação Direta de Até Três Linhas – deve ser inserida no parágrafo, entre aspas duplas. Há duas maneiras possíveis:

1ª. Trazemos o autor para o corpo do trabalho, empregando termos como: segundo, de acordo com, afirma, relata, conceitua, descreve etc., seguido do nome e sobrenome do autor, e, entre parênteses a data da obra consultada, vírgula, e o número da página consultada:

O rondel compõe-se de duas quadras e de uma quintilha. Segundo Manoel do Carmo (1919, p.215), "presta-se o rondel aos conceitos galantes e madrigalescos, às gentilezas amorosas e aos sentimentos delicados".

► Lá na bibliografia:
CARMO, Manoel do. Consolidação das Leis do Verso, São Paulo Duprat, 1919, p.215.

2ª. Trazemos a citação para o corpo do trabalho, e informamos ao final da citação (entre parênteses) o autor, a data e a página, estes virgulados. Veja o exemplo:

"Presta-se o rondel aos conceitos galantes e madrigalescos, às gentilezas amorosas e aos sentimentos delicados." (Manoel do Carmo, 1919, p.215).

► Na bibliografia idem a 1ª.
Observações:

1ª. Havendo mais de um autor, observam-se os mesmos procedimentos, apenas ressaltando o nome dos autores na ordem em que aparecem na obra consultada.
2ª. Não precisamos atribuir crédito a informações contidas em enciclopédias, dicionários e informações históricas de conhecimento comum.

1.2. Citação até Três Linhas pelo Sistema Numérico - nesse sistema, a fonte da qual foi extraída a citação é indicada em nota de rodapé, no final da página, ou do artigo. A numeração no texto da citação deve ser feita de maneira única e consecutiva para todo o trabalho ou para cada capítulo. Deve ser feita, de preferência, com os números situados um pouco acima da linha de texto (sobrescrito) e ao final da citação. As outras opções são: colocar o número entre parênteses (1) ou entre colchetes [1].

A indicação dos dados, no rodapé, deverá estar situada na margem inferior da página, separadas do texto por um traço contínuo (3 cm, no máximo) a partir da margem esquerda. As notas devem ser digitadas dentro das margens do texto, com a mesma fonte, porém em tamanho menor:

Sobre a oração principal, ratificamos as palavras do professor Celso Cunha: "Tal classificação tem o inconveniente de se basear em dois critérios; ou melhor, de fazer predominar o critério semântico sobre o sintático”¹. ou: sintático" (1) [1].

Lá no rodapé:
¹ CUNHA, Celso. Gramática do Português Contemporâneo, São Paulo, Cultrix, 1970, p. 401.

Quando várias notas de rodapé se referem a uma mesma obra e mesmo autor, a partir da segunda nota, deve ser usada a expressão [idem], ou sua abreviação [id.] (= mesmo autor) e [ibidem] (= mesma obra). A expressão [idem] substitui só o autor e não as diferentes obras. Outra maneira de não repetir a referência da obra é usar [op.cit.], que é abreviação de opus citatum, (= obra citada).
2 Idem, Ibidem, p. 190.
3 Idem, op. cit., p. 190.
A utilização desse sistema não dispensa a apresentação da lista de referências bibliográficas ao final do trabalho.
1.3. Citação com mais de Três Linhas – deve ser destacada, pulando-se uma linha para iniciar a transcrição da citação, com recuo maior da margem esquerda, com tamanho da fonte menor que a utilizada no texto, sem aspas e crédito(s) do(s) autor(res) ao final da citação. Para reiniciar o texto normal, pula-se outra linha:

É assim que podemos acompanhar Henry Edmond ao longo de toda a sua vida e que Hamlet poucas horas passará conosco. Em um dia de leitura podemos viver anos e anos da existência das personagens de uma ficção. Nas poucas horas que dura uma tragédia, pouco mais viveremos que os derradeiros momentos do herói. (SIMÕES, João Gaspar. Ensaio sobre a Criação no Romance, Rio, 1944, p.14)

1.4. Citação com Trechos Omitidos - trechos dispensáveis ao entendimento da citação podem ser omitidos, desde que não alterem o argumento do autor; para isso utilizamos colchetes e reticências [...] a fim de indicar a omissão. Do mesmo modo, se a supressão ocorrer no início ou no final da citação:

"Em suma, constituem diversos momentos do movimento dramático [...] fases de ação, são eles mesmos ações". (SIMÕES, João Gaspar. Ensaio sobre a Criação no Romance, Rio, 1944, p. 393)

2. CITAÇÃO INDIRETA - É a transcrição livre do texto, isto é, usamos nossas próprias palavras para expor a idéia do autor. Podemos, ainda, se o trecho for muito longo, interpretar a idéia do autor e fazermos uma síntese.
Nesse tipo de citação, não se utiliza as aspas; mas o autor, a fonte e a data de publicação devem ser citados. Não é obrigatório colocar o número de páginas, mas se o fizer deve repetir em todas as outras citações:

Como lembra Martins (1984), o futuro desenvolvimento da informação está cada dia mais dependente de um plano unificado de normalização.

3. INFORMAÇÕES ADICIONAIS
1ª. No caso de citações de periódicos informamos o sobrenome e o nome do autor. O título do artigo e o subtítulo (se houver). O nome da revista ou jornal, local, volume, número páginas, mês abreviado e ano:
MURICI, Andrade. Letras e Artes, Suplemento Literário de A Manhã, Rio, p. 6, 20-7-1952.
2ª. Acréscimos e/ou comentários, quando necessários à compreensão de algo dentro da citação, aparecem entre colchetes [*]:
"Enok [considerado o rei do besteirol] divulgou sua mais recente obra [de humor] na livraria..."
3ª. Para se destacar palavra, frases, em uma citação, usa-se o grifo em negrito ou itálico; havendo, porém, a necessidade se colocar ao final da citação, a expressão (grifo nosso), [grifo nosso] ou (grifo do autor), [grifo do autor]:
Ela diz que contraiu o vírus através de uma transfusão, em uma entrevista coletiva. [grifo meu]
4ª. Quando se tratar de dados obtidos através de informação verbal (palestras, debates, comunicações, etc.), indicar entre parênteses a expressão "informação verbal", mencionando-se os dados disponíveis somente em nota de rodapé:
No texto: A Biblioteca Setorial de Educação informa que está revisando as orientações para elaboração de trabalhos acadêmicos (informação verbal).1
Em rodapé:
1 Informe repassado pela bibliotecária responsável aos usuários da biblioteca... ®Sérgio.

Fonte: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT), Informação e Documentação, Citações em Documentos. Rio de Janeiro, 2002. 7 p.
Agradeço a leitura e, antecipadamente, qualquer comentário.
Se você encontrar omissões e/ou erros (inclusive de português), relate-me.
Ricardo Sérgio
Enviado por Ricardo Sérgio em 04/09/2007
Reeditado em 15/09/2010
Código do texto: T638805

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.







Organização do Corpo do Texto

1 - Citações (NBR 10520)
- Quando se quer transcrever o que um autor escreveu.

1.1 - Citação Direta

a) - Citação Direta Curta (NBR 12256) (com menos de 3 linhas) - Deve ser feita na continuação do texto, entre aspas.
Ex.:

Maria Ortiz, moradora da Ladeira do Pelourinho, em Salvador, que de sua janela jogou água fervendo nos invasores holandeses, incentivando os homens a continuarem a luta. Detalhe pitoresco é que na hora do almoço, enquanto os maridos comiam, as mulheres lutavam em seu lugar. Este fato levou os europeus a acreditarem que "o baiano ao meio dia vira mulher" (MOTT, 1988, p. 13).

Obs.: MOTT - autor que faz a citação.
1988 - o ano de publicação da obra deste autor na bibliografia.
p. 13 - refere-se ao número da página onde o autor fez a citação (NBR 10520).


b) - Citação Direta Longa (com 3 linhas ou mais) - As margens são recuadas à direita em 4 cm, em espaço um (1) (O texto deve ser digitado em espaço 1,5), com a letra menor que a utilizada no texto e sem aspas (NBR 10520, item 4.4).
Ex.:

Além disso, a qualidade do ensino fornecido era duvidosa, uma vez que as mulheres que o ministravam não estavam preparadas para exercer tal função.


A maior dificuldade de aplicação da lei de 1827 residiu no provimento das cadeiras das escolas femininas. Não obstante sobressaírem as mulheres no ensino das prendas domésticas, as poucas que se apresentavam para reger uma classe dominavam tão mal aquilo que deveriam ensinar que não logravam êxito em transmitir seus exíguos conhecimentos. Se os próprios homens, aos quais o acesso à instrução era muito mais fácil, se revelavam incapazes de ministrar o ensino de primeiras letras, lastimável era o nível do ensino nas escolas femininas, cujas mestras estiveram sempre mais ou menos marginalizadas do saber (SAFFIOTI, 197, p. 193).







1.2 - Citação de Citação

- É a citação feita por outro pesquisador.
Ex.:

O Imperador Napoleão Bonaparte dizia que "as mulheres nada mais são do que máquinas de fazer filhos" (apud LOI, 1988, p. 35).

Obs.: apud = citado por.


1.3 - Citação Indireta

- É a citação de um texto, escrito por um outro autor, sem alterar as idéias originais. Ou então: eu reproduzo sem distorcer, com minhas próprias palavras, as idéias desenvolvidas por um outro autor. (Pode ser chamada também de paráfrase).
Ex.:
Somente em 15 de outubro de 1827, depois de longa luta, foi concedido às mulheres o direito à educação primária, mas mesmo assim, o ensino da aritmética nas escolas de meninas ficou restrito às quatro operações. Note-se que o ensino da geometria era limitado às escolas de meninos, caracterizando uma diferenciação curricular (COSENZA, 1993, p. 6).


2 - Localização das Citações
a) No texto
- A citação vem logo após ao texto, conforme nos exemplos acima.

b) Em nota de rodapé
- No rodapé da página onde aparece a citação. Neste caso coloca-se um número ou um asterisco sobrescrito que deverá ser repetido no rodapé da página.

c) no final de cada parte ou capítulo
- As citações aparecem em forma de notas no final do capítulo. Devem ser numeradas em ordem crescente.

d) No final do trabalho
- Todas as citações aparecem no final do trabalho listadas em ordem numérica crescente, no todo ou por capítulo.



3 - Paginação

A Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT assim define a paginação dos trabalhos:

Todas as folhas do trabalho, a partir da folha de rosto, devem ser contadas seqüencialmente, mas não numeradas. A numeração é colocada, a partir da primeira folha da parte textual, em algarismos arábicos, no canto superior direito da folha, a 2 cm da borda superior, ficando o último algarismo a 2 cm da borda direita da folha. No caso de o trabalho ser constituído de mais de um volume, deve ser mantida uma única seqüência de numeração das folhas, do primeiro ao último volume. Havendo apêndice e anexo, as suas folhas devem ser numeradas de maneira contínua e sua paginação deve dar seguimento ao texto principal (NBR 14724, item 5.4).







4 - Formato

1 - Papel formato A-4 (210 X 297 mm) - branco
2 - Margens de:
3,0 cm na parte superior
2,0 cm na inferior
3,0 cm no lado esquerdo
2,0 cm no lado direito
3 - Corpo da letra: 12
5 - Espaço entrelinhas: 1,5

Obs: Não esquecer que o espaço entrelinhas em uma citação longa (mais de três linhas) deve ter espaço entrelinhas simples.
Fonte:
http://www.pedagogiaemfoco.pro.br/met08.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário